A Obstrução das Vias Aéreas

Bombeiros Voluntários de Vizela

2018-01-25

Partilhe:


A Obstrução das Vias Aéreas é uma emergência absoluta que, não sendo reconhecida e resolvida, provoca a morte em poucos minutos.
Numa obstrução parcial ainda existe a passagem de algum ar, mantendo-se trocas gasosas. A vítima começa por tossir, ainda consegue falar e pode fazer inspirações ruidosas.
Numa obstrução total, já não existe passagem de ar na via aérea. A vítima não consegue falar, tossir ou respirar. Pode apresentar a pele da cara e das extremidades com uma coloração azulada ou arroxeada (cianose) e agarrar o pescoço com as mãos, sinal universal de asfixia.
O que Fazer?
Frequentemente a Obstrução das Vias Aéreas é causada por alimentos, sangue ou vómito, mas qualquer objeto sólido pode provocar este problema, algo comum em crianças de tenra idade, dada a sua tendência para levar corpos estranhos à boca.
É importante distinguir a Obstrução das Vias Aéreas de outras condições que possam causar insuficiência respiratória súbita, mas que requerem um tratamento diferente, como o desmaio, o ataque cardíaco, as convulsões, a overdose por drogas, etc. A Obstrução das Vias Aéreas pode ser classificada como Obstrução das Vias Aéreas Grave e Obstrução das Vias Aéreas ligeiras.
Obstrução ligeira das Vias Aéreas – A obstrução é parcial existindo ainda passagem de ar, com manutenção das trocas gasosas. A vítima começa por tossir e, geralmente, a situação pode ser resolvida com encorajamento de tosse.
Obstrução Grave das Vias Aéreas – A obstrução é total, não existindo passagem de ar na via aérea. Como a vitima, não consegue falar, tossir ou respirar, o problema poderá ser resolvido, caso se mantenha consciente, com recurso às palmadas interescapulares e, caso não resolva a situação, à manobra de Heimlich.
Palmadas interescapulares – Técnica de desobstrução da via aérea baseada na aplicação de palmadas entre as omoplatas, na parte superior das costas da vítima.
Manobra de Heimlich ou Compressão abdominal – Técnica de desobstrução da Via Aérea baseada em comprimir a parte superior do abdómen contra a base dos pulmões. 

Atividade operacional da semana de 16 a 22 de janeiro

Os Bombeiros Voluntários de Vizela, assistiram a 3 acidentes, 58 assistências em saúde, 18 ocorrências de trauma, 1 incêndio Urbano, 1 abertura de elevadores, 2 limpezas de via, 2 desentupimentos. 
No total foram transportadas 86 pessoas em socorro.