Vive junto a uma zona florestal? Que cuidados ter!

Bombeiros Voluntários de Vizela

2018-04-12

Partilhe:


Muitos de nós optamos por viver numa zona mais distanciada da agitação do centro das cidades, porque o ambiente é mais tranquilo e natural. Mas isto traz-nos a necessidade de termos cuidados redobrados com a vegetação envolvente.  A sua maior proteção é a criação de uma Faixa de Gestão de Combustíveis (FGC) no terreno envolvente à sua edificação. Esta faixa define-se pela eliminação de material inflamável à volta da sua casa, ou seja, criar um espaço de segurança. Uma faixa no mínimo de 50 m reduz a hipótese de um incêndio florestal chegar à sua casa. 
Deve ser evitada a plantação de espécies mais inflamáveis, privilegiando a criação de uma área regada de 10 m em torno da casa. Remover a vegetação mais inflamável e sem qualquer tipo de tratamento (silvas, sebes de cupressus, etc.). A faixa criada deve sempre ser mantida limpa.  Deverá remover as árvores necessárias de modo a deixar um intervalo entre copas de 4 m no mínimo. Dê sempre preferência ao abate de árvores doentes ou enfraquecidas. Desrame as árvores 4 m acima do solo. As árvores e arbustos deverão estar distanciados do edifício em 5 m e deverá ser evitada a projeção das copas sobre as coberturas. Nunca se esqueça de que também é importante a limpeza das coberturas e outras estruturas da sua casa. Mantenha os sobrantes da exploração agrícola e florestal (estrumeiras, mato para a cama dos animais, feno para alimentação de animais, etc.) fora do raio dos 50 m. Botijas de gás, pilhas de lenha e outras substâncias inflamáveis deverão estar igualmente a mais de 50 m da casa ou em compartimentos isolados.
Se a sua habitação se encontra mesmo isolada deverá manter no acesso uma faixa de gestão de combustível de 10 m para cada um dos lados, bem como uma zona que permita a inversão de marcha de veículos de maiores dimensões (veículos de emergência).
A chave para criar uma faixa de segurança passa também por remover ervas secas, folhas mortas, caruma dos pinheiros e ramos que se encontram no chão, na cobertura dos edifícios, caleiras, algerozes e passadiços de madeira.
Para uma maior segurança da sua casa, coloque uma rede de retenção de  fagulhas nas chaminés da mesma. Em caso de incêndio não deixe frestas abertas por onde possam entrar faúlhas para o interior da sua casa.
Todos devemos estar preparados para um incêndio. Tenha extintores em casa, para o caso de existir um pequeno foco dentro da mesma. Mantenha no seu jardim pás, ancinhos e mangueiras facilmente acessíveis. Certifique-se que em casa todos sabem onde se encontra este material e que em caso de incêndio deverão contactar o 112.
E não se esqueça que PORTUGAL SEM FOGOS DEPENDE DE TODOS!

Atividade operacional - semana de 3 a 9 de abril de 2018
Os bombeiros de Vizela assistiram a 51 situações de doenças súbitas, 13 ocorrências de trauma, 1 apoios às autoridades, 1 prevenção, 1 resgate animal, 1 incêndio urbano. No total, foram transportadas 66 pessoas em socorro.

Participe neste fórum (com questões e sugestões) através do endereço de correio eletrónico comunicacao@bvvizela.pt.