UMA LIÇÃO DE VIDA

Manuel Marques

2018-09-13

Partilhe:


Manuel Campelos morreu numa segunda quinzena de Agosto quando, devido às férias de muitos, a própria terra morre. Clero, Povo e Nobreza vão em catadupa a banhos deixando ficar para trás apenas alguns vizelenses solitários, casas comerciais indispensáveis ao turismo fechadas a sete chaves com avisos nas portas e o rio Vizela esquecido, trocado pelo mar. 
No velório do herói vizelense, para além da indispensável bandeira do Concelho do qual foi o guardião número um, estava o estandarte do FC Vizela, seu clube do coração e do qual Campelos foi secretário da Direção no célebre ano da conquista do primeiro título de campeão nacional. Aos domingos, desde o seu leito de onde já não se conseguia levantar nos últimos anos de vida (um final triste e emocionalmente doloroso), o fundador do MRCV, continuou a acompanhar, pela Rádio Vizela, os relatos dos jogos mantendo-se assim abraçado ao seu clube. 

Importa salientar aqui que o FC Vizela foi um aliado importante da luta pela criação do Concelho, bastará recordar a manifestação de Lisboa promovida pelo MRCV num célebre Belenenses-Vizela com Manuel Campelos, de pasta na mão carregada de papelada, à cabeça, dizia: “Vizela é assim e luta até ao fim”. 
O meu amigo Domingos Pedrosa, na anterior edição deste jornal, traçou um bonito e profundo retrato de Manuel Campelos, o Homem que nos deixou a mais importante lição de vida cujos vindouros jamais deveriam olvidar: ninguém deve desistir quando a derrota lhes bate à porta. Campelos, em cerca de meio século de luta sofreu centenas de pequenas derrotas. Mas estas só lhe deram maior força para lutar e seguir em frente. Nunca se deu por vencido e acabou vencedor. E nem mesmo a inevitável morte, que coloca termo a toda a vida, o derrotou porque Manuel Campelos tornou-se imortal. 

Pegando neste brilhante exemplo espera-se que o seu Clube, perdedor no domingo na Trofa em jogo da Taça de Portugal, não se quede com esse desaire e, tal como Campelos fazia, ganhe mais força...para sair deste malogrado e ridículo campeonato que é um verdadeiro atoleiro de clubes. 
Que o Vizela ofereça a subida de divisão à memória de Manuel Campelos. 

Ele merece. Assim como o meu obrigado.