Remate Certeiro 25/05/17

Manuel Marques

2017-05-25

Partilhe:


Pronto. Caiu o pano sobre a II Liga na qual o Vizela esteve de breve passagem, uma espécie de visita de médico.

É verdade que todos ficamos tristes com a despromoção, mas, no cômputo geral, a época foi das melhores do historial deste Clube que participou ativamente em três frentes: Taça da Liga (onde se bateu com o Benfica, Vitória e Paços), na Taça de Portugal (onde eliminou o Moreirense)  e num campeonato profissional onde ficou a um ponto do play-off. A época finda permitiu ainda ao Vizela a valorização das suas infraestruturas das quais se destaca a eletrificação do estádio e a readaptação dos balneários bem assim como um excelente encaixe financeiro através da constituição da SAD (injustamente ofendida em alguns momentos por pessoas que assim só prejudicam o Vizela), dinheiro esse que serviu para o clube lavar a sua imagem de «devedor». 

Desde o início do campeonato que tive pouca fé na sobrevivência do Vizela na II Liga, no meio de um leque de clubes experientes e preparados. A equipa era das mais inexperientes e baratas (ainda não havia a SAD quando o grosso do plantel foi constituído), as condições de trabalho eram das mais carentes da II Liga, três treinadores rodaram, no ciclo da prova o número de lesões veio a revelar-se dramático (cinco jogadores foram operados) e mais tarde os reforços não foram reforços. O Vizela marcou apenas 39 golos. Foi o pior registo da II Liga (igualado só pelo Freamunde também despromovido). Sem golos não há vitórias nem pontos. É verdade que o Vizela perdeu pontos inglórios, mas houve outros que não merecia vencer e venceu. O futebol é assim. Os «ses» não contam. Contam os golos…e nós marcamos menos. Adiante! 

A despromoção não afasta aqueles que sentem verdadeiramente o Vizela mas é certo que a próxima época o estádio terá menos público (porque alguns só aparecem quando há competição de alto nível e bons adversários), mas os «certinhos» estarão lá. Para ajudar o Vizela na caminhada de regresso à II Liga já prometida pelos presidentes do FC Vizela e da SAD e na qual acredito.

Entretanto, porque estamos em ano de eleições autárquicas, e alguns dos candidatos vão querer passar pelo estádio onde nunca entraram e talvez nem saibam onde fica, haja alguém que ajude estes de-VOTOS a encontrar o caminho.

E já agora alguém lhes diga também que as cores das camisolas do Vizela são o azul e branco.