Remate Certeiro 19.03.2020

Hélder Freitas

2020-03-19

Partilhe:


Juntos somos mais fortes! É o apelo diário e sistemático que nos invade e envolve para que possamos mitigar ao máximo a propagação do COVID19. Este remate é escrito precisamente no dia que o Presidente da República reúne os seus conselheiros de Estado para decretar o Estado de emergência nacional, o primeiro pós 25 de Abril de 1974.

Ovar foi ontem [terça-feira] mesmo em situação e calamidade, ninguém entra e ninguém sai num concelho severamente afectado. Mas “para situações excepcionais, medidas excepcionais” e temos, de uma vez por todas, para além de nos preocuparmos connosco e com os que nos são mais queridos, preocuparmo-nos com o próximo.

Esta medida vai afectar sobremaneira a vida das pessoas, mas é por um objectivo maior e é nisso que as pessoas se devem focar. Economicamente o país deve sofrer duramente, mas o tecido empresarial português vai dar mostras de que é capaz dar a volta, pois é isso que se reclama desde já, muita força e vontade para os tempos que se avizinham.

Acredito piamente que tal vai ser concretizável, mas agora mais do que nunca é importante manter a calma, não ceder a fake-news e ter muito cuidado com a forma como usamos as redes sociais. Há muita desinformação na “rede” e temos de saber filtrá-la para manter a sanidade, caso contrário estaremos a ceder a mente ao erro com tudo o que de prejudicial isso traz.

Este espaço é por norma local de falar de desporto e por isso também me devo congratular pelo facto de os clubes, as associações e agremiações terem sido os primeiros a dar passos no sentido de evitar ao máximo a propagação do contágio. As medidas de carácter urgente tiveram de ser tomadas em tempo útil pois é também com os erros dos outros que devemos aprender.

Em ano de Europeu de futebol, de jogos Olímpicos e com um campeonato suspenso, as nossas preocupações devem estar em “fintar” este vírus que já está a condicionar severamente o nosso dia a dia e vai continuar a fazê-lo. Mas se “juntos somos mais fortes” é também juntos, que de forma individualizada, mudando hábitos sociais podemos prosperar.

Em circunstâncias normais só volto a este espaço daqui a quatro semanas pelo que espero, desejo e anseio que passado esse tempo difícil para todos possa aqui vir congratular-me com o que foi feito.

Olhe por si e pelos outros!