Editorial 26 de julho de 2018

Fátima Anjos

2018-07-26

Partilhe:


1 – Correios de Portugal
No decorrer da última semana, fomos confrontados com um comunicado da Câmara Municipal de Vizela que alertava para um eventual encerramento do Posto dos CTT da cidade. Entretanto, a administração da empresa veio a público afirmar que, neste momento, não está previsto o fecho da loja de Vizela. Depois de ter sido visado pela Câmara Municipal, a público veio também o PS Vizela  proceder à “defesa da honra” e acusando o atual Executivo de produzir “notícias falsas sobre os CTT de Vizela”.
Batalhas políticas à parte, o que é importante reter é que Vizela não pode perder um serviço como aquele que é prestado pelo Posto dos CTT. Se ainda antes de ser concelho, a sua população lutou tanto para que a então vila pudesse dispor dos serviços públicos considerados essenciais, esta não poderá agora colocar-se numa posição em que os possa perder, nem ver reduzidas as suas mais-valias. Ao mesmo tempo, seria importante que Vizela pudesse recuperar o seu centro de distribuição, o que nos parece difícil de acontecer, ao avaliar a estratégia economicista que tem sido levada a cabo pela empresa Correios de Portugal. Mas a verdade é que a distribuição tem sofrido atrasos e todos já teremos sentido, de alguma forma, as consequências resultantes de tais demoras.
Daí que considere que mais do que “batalhas políticas”, este é um dossier que deve reunir todos do mesmo lado, para que a voz de Vizela ganhe mais força junto de quem decide e não pode a Administração Central alhear-se das consequências das ações produzidas por uma empresa, à qual foi concessionada um serviço que é público.
2 – Rio Vizela
O tema é antigo e é caso para dizer que até “cheira mal”. Sim, há dias em que cheira mesmo mal, o que vem desacreditar o projeto de despoluição que se encontra em curso. Isto porque ainda na última semana, o Rio Vizela voltou a ser alvo de uma descarga poluente. Contudo, na última reunião de Câmara, o presidente Victor Hugo Salgado afirmou ter recebido do Ministro do Ambiente a garantia de que até ao final do ano, todas a empresas, independentemente de possuírem Estações de Tratamentos de Águas Residuais, terão de ficar ligadas ao Sistema Integrado de Despoluição do Ave. Sim, é de facto uma boa nova. Estamos a falar das ligações ao SIDVA, uma sigla que há muitos anos nos habituamos a soletrar mas que tarda a reproduzir resultados concretos. 
3 – Rádio Vizela em movimento
Não poderia ser de outra forma. A partir desta sexta-feira, a Rádio Vizela terá em funcionamento a sua tômbola na Av. Abade Tagilde e que vai integrar as Festas da Cidade de Vizela. Um momento de partilha com o seu auditório e que também permitirá, a partir da realização de emissões no estúdio móvel que entretanto será montado, a ampliação da divulgação deste que continua a ser o maior evento do concelho de Vizela.
Ainda este fim de semana, poderá no sábado, a partir das 21h00, acompanhar a transmissão em direto da 35ª Edição do Festival Tradicional de Folclore de Santa Eulália, porque há tradições que não podemos quebrar, sendo que no domingo, ultrapassaremos as fronteiras do concelho, para transmitir em direto, a partir das 11h00, a eucaristia solene em honra de S. Tiago, em Lustosa.
A Rádio Vizela está sempre no centro da notícia, no centro de todas as emoções. Ao seu lado.
Uma boa semana para todos!