Editorial 12 de abril de 2018

Fátima Anjos

2018-04-12

Partilhe:


1 – Esta semana começar por dar os parabéns à Associação dos Dadores Benévolos de Sangue de Vizela que está a comemorar 25 anos de atividade. Não, nunca doei sangue. Já pensei faze-lo, sim, por várias vezes. E deverei mesmo tomar a iniciativa, tal como o fiz quando me inscrevi na base de dados dos dadores de medula óssea.
No entanto, é importante reconhecer, publicamente, o significado do trabalho desta associação, que é imenso. “Salvar vidas” não é mesmo para qualquer um, mas esta é a missão desta associação, cujo calendário de colheitas no concelho foi crescendo ao longo dos anos, exigindo hoje aos seus diretores um acompanhamento e um trabalho acrescido para que as mesmas decorram de forma positiva, de forma a garantir que os dadores voltem sempre para renovar as suas dádivas.
José Oliveira Júnior, que presidiu esta associação durante 23 anos, é agora presidente honorário dos Dadores de Vizela, após deliberação tomada em Assembleia-Geral. Recorde-se que na 3ª Gala Rádio Vizela, José Oliveira Júnior recebeu o Prémio Solidariedade e, certamente, que em próximas oportunidades, os órgãos oficiais deste Município saberão também reconhecer os préstimos da Associação dos Dadores Benévolos de Sangue de Vizela não só à nossa comunidade mas a toda a Humanidade.
Parabéns a todos os que têm contribuído para esta nobre missão, à qual a Rádio Vizela e RVJornal continuarão a dar voz de forma a fortalecer a sua mensagem.

2 – Da mesma forma destacar positivamente a participação dos Bombeiros Voluntários de Vizela na iniciativa Survival Firefighter Challenge, porque a mesma é demonstrativa da dinâmica que se vive atualmente no quartel vizelense, com uma equipa motivada a fazer mais e melhor e, neste caso, com a oportunidade de levar longe o nome de Vizela. Entretanto, para o próximo mês está já agendado um seminário que abordará vários temas, mas que terá as atenções centradas nos fogos florestais, sendo, por isso, outra iniciativa a destacar pela positiva e que vem ao encontro do trabalho realizado pelo Corpo Ativo liderado pelo Comandante Paulo Félix, apoiado por uma Direção, que tem no seu leme, José Pires.

3 – Na política e na Ordem do Dia continuam as propostas que nortearam a nova relação contratual entre a Câmara Municipal de Vizela e o Grupo Tesal. Mas de propostas passaram a deliberações, tendo as alterações contratuais já sido assinadas pelos respetivos intervenientes. No entanto, o PS continua a defender que há um favorecimento do grupo espanhol, enquanto que o Movimento Vizela Sempre e a Coligação PSD-CDS/PP vêm afirmar que esta é a melhor solução para Vizela e para os vizelenses. Vamos esperar para ver, torcendo para que, efetivamente, este seja o caminho que leve ao funcionamento pleno de um balneário moderno e diferenciador que possa fazer Vizela catapultar como destino turístico.

Uma Boa Semana!