Editorial 03 de Agosto de 2017

Fátima Anjos

2017-08-03

Partilhe:


(1) Eleições Autárquicas
Os próximos dias serão de grande significado para as Eleições Autárquicas que se disputam a 01 de outubro, o expoente máximo da democracia ao nível do poder local. Até segunda-feira terão de ser apresentadas as listas de cada candidatura e a constituição de cada uma delas poderá, mais do que nunca, fazer a diferença naquelas que poderão vir a ser as eleições mais disputadas de sempre no concelho de Vizela. Vamos esperar para ver… O tabuleiro de xadrez ficará completo até segunda-feira, só ficando depois por saber quem fará o xeque-mate final.

(2) 05 de Agosto de 1982
Este sábado irá comemorar-se a passagem dos 35 anos sobre o 05 de agosto de 1982. Uma data que ficará para sempre eternizada na história de Vizela, como exemplo demonstrativo do bairrismo do povo vizelense. Um sentimento que entendo se ter esmorecido ao longo dos últimos anos pela divisão do povo de Vizela, o que terá acontecido pelo facto da emancipação administrativa não se ter traduzido em ganhos para a vida de todos na mesma proporção ou até porque as expetativas seriam maiores do que a realidade veio depois demonstrar. Mas não só… A crise que se abateu sobre o país e principalmente sobre o Vale do Ave elevou o desemprego em índices históricos, levando a que as novas gerações olhassem para Vizela não como um oásis no meio do deserto mas antes como um garrote de que teriam de fugir.
Apesar disso há que parabenizar a Comissão que se encontra apostada em elevar o significado do 05 de agosto, porque o que se perdeu sempre se poderá voltar a encontrar. Tenho a certeza que este sábado, quando a sirene começar a tocar, voltará a haver entre nós muito mais do que aquilo que nos une do que aquilo que nos pode separar.

(3) Festas da Cidade 2017
Vizela prepara-se para abraçar mais sete dias de Festa e acredito que estaremos perante mais um sucesso. Com um cartaz que levará longe o nome da nossa cidade, só posso esperar que possamos todos desfrutar da nossa cidade em movimento. E não se esqueça, claro está, de passar pela Tômbola da Rádio Vizela. E sabe porquê? Porque estamos lá de braços abertos para o receber! Como sempre.