A Semana dos Bombeiros de Vizela - 11/01/2018

Bombeiros Voluntários de Vizela

2018-01-11

Partilhe:


Ainda recentemente referimos como deveria ser a atuação perante um acidente de viação. Falaremos agora em situações de atropelamentos. Enquanto condutora de um veículo, a pessoa está mais salvaguardada pela proteção ativa e passiva dos veículos, logo, e em caso de embate, os possíveis traumas associados vão depender da capacidade da referida proteção. Ora, enquanto transeunte, o atropelamento será sempre mais grave consoante a intensidade do impacto. Neste caso, só a antecipação e a destreza da vítima será atenuadora para o minimizar dos efeitos.

Num choque direto, toda a força positiva será passada para a vítima e a zona de impacto sofrerá danos, que poderão ser graves. Assim, as consequências de um atropelamento dependem diretamente da velocidade do impacto e do local de impacto da vítima, sendo diretamente proporcional à altura da mesma e a sua projeção (com as suas variantes). De qualquer das formas, as estruturas mais afetadas, no impacto, serão os membros inferiores, cintura pélvica e abdómen, e as restantes da sua projeção. Hemorragias internas e externas serão uma, senão a maior preocupação nestas vítimas.

Então como atuar em caso de atropelamento?
Em primeiro lugar, deve acionar os meios de socorro através do 112 e ter em atenção as condições de segurança. Estas são fundamentais para um auxílio e que não hajam mais vitimas.  Na abordagem à vítima deve ter em atenção o seu estado, um simples movimento pode afetar drasticamente o estado de saúde e provocar sequelas irreversíveis. Identifique se esta respira, colocando o seu ouvido ao pé da boca/nariz e sempre de frente para esta. Caso não respire, deve colocar-se à cabeça e segurá-la (como se fosse uma bola) pela face e perpendicularmente à coluna elevar a cabeça de forma a estar anatomicamente direita. Deve aguardar nesta posição até chegada do socorro. 

Caso a vítima respire e esteja consciente, deve ir conversando com ela até chegada do socorro.
Deve ainda ter em atenção as condições atmosféricas e cobrir a pessoa por forma a evitar o mais possível os seus efeitos.
Pequenos gestos salvam vidas.
Atividade Operacional semana de 02 a 08 
de janeiro:

Os Bombeiros Voluntários de Vizela assistiram a 1 acidente de viação, 1 atropelamento, 74 doenças súbitas, 11 ocorrências de trauma, 1 intoxicação, 1 incêndio Urbano, 1 incêndio em equipamentos, 5 apoio às autoridades e 1 corte de árvore. No total, foram transportadas 94 pessoas em socorro.

Participe neste fórum (com questões e sugestões) através do endereço de correio eletrónico comunicacao@bvvizela.pt.