Socialistas indicaram Manuel Pedrosa nas suas listas

Realizou-se esta noite uma sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Vizela (AMV).

A assembleia serviu, sobretudo, para eleger elementos para a sua integração em órgãos de entidades, locais, regionais e nacionais e não contou com a intervenção de qualquer deputado municipal. Relativamente à Ordem do Dia, em duas ocasiões o nome de Manuel Pedrosa, presidente da Junta de Freguesia de Santa Eulália, eleito pelo Movimento Vizela Sempre (MVS), foi apresentado nas listas do Partido Socialista (PS), o que veio a causar algum burburinho na sala. No final da sessão, em declarações à Rádio Vizela, o líder da bancada do PS, Carlos Alberto Costa, disse que a escolha de Manuel Pedrosa foi feita tendo por base “razões que neste momento apenas dizem respeito ao Grupo Municipal, mas penso que as pessoas inteligentes perceberam porquê”. Garantiu ainda que a sua bancada vai acompanhar e fiscalizar o trabalho da Câmara Municipal e, passo a citar, “daí não nos vamos desviar um milímetro que seja”. Fernando da Costa Leite tem neste mandato a sua estreia na vida política ativa e logo na qualidade de líder da bancada da coligação PSD/CDS-PP. À Rádio Vizela, no final da sessão, disse que as suas expetativas “são grandes” para os próximos quatro anos e abordou ainda o acordo celebrado entra a coligação “Vizela é para todos” e o MVS. Acordo que se fez notar nesta sessão com a apresentação de algumas listas em conjunto. Jorge Oliveira é o líder da bancada do MVS e também para si este mandato 2017/2021 significa uma estreia na vida política do concelho. O deputado disse ter ficado surpreendido com o Grupo Municipal socialista. No final da AMV também ouvimos o presidente da Câmara Municipal de Vizela. Victor Hugo Salgado acusou os socialistas de “gozar com a democracia” e disse ter ficado “claro e patente algum desnorte nas decisões que foram assumidas” pelo PS. Todos os pormenores na próxima edição do RVJornal