Rodrigo Rego: “Sensação indescritível a presença na Seleção”

Jogador do Desportivo Jorge Antunes em entrevista ao site da Federação Portuguesa de Futebol

O jogador do Desportivo Jorge Antunes mostra-se entusiasmado com a primeira chamada à Seleção Nacional sub-19 de futsal. Um sonho tornado realidade para o jovem jogador. Rodrigo Rego foi chamado pela primeira vez à Seleção Nacional sub-19 de futsal e não esconde que vestir a camisola das Quinas tem significado especial. "É uma sensação incrível. É indescritível. Que seja a primeira de muitas", desejou o jogador, de 16 anos, que brilhou ao serviço dos Juvenis do Desportivo Jorge Antunes, em ano de estreia do clube nas provas nacionais.

"Quando me disseram que estava convocado para este estágio em Vila Real, não quis acreditar. É mesmo a concretização de um sonho", reforçou o jovem, contando que "não podia ter tido uma receção melhor" na armada lusa. "Acolheram-me muito bem, tanto a mim como ao Fábio Neves [do Viseu 2001], que também se estreia neste espaço. O ambiente neste grupo é fantástico. Quem entra, percebe logo isso. Todos sabemos que, para levarmos esta equipa longe, temos de ser muito unidos", explicou.

Rodrigo Rego não tem dúvidas de que os comandados de José Luís Mendes estão no bom caminho. "A equipa tem estes dias de trabalho e vai ter mais oportunidades para evoluir, antes dos jogos oficiais. Os jogadores estão muito focados no que têm de fazer. Todos vão dar o máximo porque sonham marcar presença no próximo Europeu, em 2021".

A Seleção Nacional sub-19 de futsal está concentrada desde domingo passado, realizou na última segunda-feira duas sessões de trabalho. A primeira teve lugar em Vila Pouca de Aguiar e a segunda no Pavilhão dos Desportos de Vila Real.

Para terça-feira, está reservada outra dose dupla de treinos, que inclui um jogo de preparação diante da equipa da Associação Amigos BD, a partir das 21h45. Um treino na manhã de quarta-feira culmina este estágio de quatro dias.