Programa Ocupação de Tempos Livres: Inscrições abertas

Os interessados em serem promotores do programa Ocupação de Tempos Livres já se podem inscrever.

Estão abertas as candidaturas para promotores ao programa OTL – Ocupação de Tempos Livres 2017. O objetivo deste programa é “proporcionar aos jovens uma forma inovadora de ocupar os seus tempos livres, contribuindo para a sua educação não formal, pela aquisição de novos saberes, normas e valores inerentes a uma cidadania responsável, bem como o acumular de experiências sociais e profissionais decisivas para a formação de cidadãos habilitados e responsáveis”, informa o Município de Vizela numa nota de imprensa.

 

As inscrições podem ser para curta duração ou longa duração

 

Modalidade de curta duração (entre 5 a 10 dias)

Apresentação dos projetos: até 28 de abril de 2017

Esta modalidade congrega duas vertentes:
• Intervenção sociocultural e técnico-científica; • Formativa

Áreas de intervenção:
a) Ambiente e/ou proteção civil;
b) Apoio a idosos e/ou apoio à infância;
c) Cultura e/ou património;
d) Combate à exclusão social;
e) Saúde;
f) Associativismo;
g) Desporto;
h) Direitos Humanos;
i) Direitos dos animais;
j) Cidadania;
l) Outras de reconhecido interesse.
São consideradas as seguintes áreas de intervenção prioritárias:

·         Direitos Humanos

·         Cultura

·         Desporto

·         Direitos dos Animais

·         Ambiente

Quem pode candidatar-se como Promotor:
Jovens monitores - entre 18 e 30 anos, formação na área do projeto que apresenta, e uma parceria para a execução do projeto com uma das entidades abaixo referidas;
Entidades - Associações Juvenis inscritas no RNAJ - Registo Nacional do Associativismo Jovem, Clubes Desportivos, Associações de Modalidades e Federações Desportivas, ONG - Organizações Não-Governamentais, IPSS - Instituições Particulares de Solidariedade Social, Misericórdias e Mutualidades, Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia ou outras entidades privadas sem fins lucrativos.

 

Modalidade de longa duração (entre 264 e 396 horas)

Nesta modalidade, os jovens podem, em parceria com uma entidade, apresentar, desenvolver e executar projetos próprios, ganhando experiência de trabalho, capacidades profissionais, competências profissionais, pessoais e relacionais, além de fomentarem o espírito empreendedor e desenvolverem um projeto experimental em área profissionais do seu interesse. Estes projetos têm uma duração entre 264 e 396 horas.


Apresentação dos projetos: até 30 de setembro de 2017, devendo os projetos ser apresentados 30 dias úteis antes do seu início.

Aprovação dos projetos: até 15 dias úteis do início dos projetos.

Realização dos Projetos: até 30 de novembro de 2017

Áreas de intervenção
a) Empreendedorismo;
b) Investigação;
c) Associativismo;
d) Sociocultural;
e) Criativa;
f) Desenvolvimento agrícola;
g) Outra de reconhecido interesse.

Quem pode candidatar-se como Promotor:
Jovem Dinamizador -  entre 18 e 30 anos, que não esteja a receber qualquer prestação de proteção no desemprego, que queira criar um projeto e desenvolvê-lo em parceria com uma das entidades.

Entidades:
Associações inscritas no RNAJ - Registo Nacional do Associativismo Jovem; Clubes Desportivos, Associações de Modalidade e Federações Desportivas, ONG -Organizações Não-governamentais; IPSS - Instituições Particulares de Solidariedade Social, Misericórdias e Mutualidades; Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia, Outras entidades privadas com ou sem fins lucrativos.


As candidaturas podem ser feitas em formulário próprio através do Portal da Juventude ou nas Direções Regionais do IPDJ, I.P. da área de residência. Para mais informações contactar o site www.juventude.gov.pt.