Novo cantinho da Zita oferecido por empresa

AIREV pediu orçamento a empresa, para mobilar o espaço da Zita, que o ofereceu.

Foi em junho de 2017 que Filipa Freitas e Ana Teixeira, alunas da Escola Profissional CISAVE, em Guimarães, promoveram uma ação de angariação de fundos para ajudar a Zita. Uma eulalense de 43 anos de idade, que sofre de uma má formação congénita e que carrega consigo uma grande deficiência física.

Resguarda-se em casa, com a mãe, Corália Cunha, no seu cantinho porque é ali que se sente bem e que é feliz. Mas as duas alunas acharam que se podia fazer algo para dar mais conforto à Zita e, como ao nível de formação tinham que apresentar uma prova de aptidão profissional, decidiram abraçar um projeto de angariação e fundos que, na altura, rendeu cerca de 500 euros.

Paralelamente, pediram ajuda à AIREV e a causa foi abraçada pela instituição vizelense. A Zita hoje tem um novo cantinho e Sara Santos, diretora técnica da AIREV contou a história: “Na altura contactámos a empresa “National Office” que foi quem mobilou a AIREV, explicamos o que queríamos. Deram-nos o orçamento e decidimos avançar. Depois de colocar a mobília, a empresa informou que era oferecida”.

Hoje, a Zita e a mãe Corália vivem ainda mais felizes. O valor angariado pelas alunas foi entretanto canalizado para a compra de fraldas e de outras necessidades para a Zita. “Foi muito bom, ficamos muito felizes por termos conseguido dar mais uma resposta”, disse Sara Santos.

Final feliz para a Zita. Após a AIREV ter pedido um orçamento a uma empresa para mobiliar o espaço da eulalenses, o mobiliário acabou por ser oferecido a esta família.

Uma história para conferir na próxima edição do RVJornal.