Noite Branca de regresso mas com organização do Município

Primeira edição do evento teve lugar em 2018 pelas mãos da Comissão de Festas de Vizela.

Foi em 2018 que Vizela foi palco da primeira edição do evento da Noite Branca com organização da Comissão de Festas. O evento estará de regresso à cidade mas, desta vez, por iniciativa da Câmara Municipal de Vizela (CMV).

“Pela mão da Comissão de Festas, este ano não haverá Noite Branca, muito provavelmente quem irá organizar o evento será a CMV”, revelou João Vaz, presidente da Comissão, na emissão especial que a Rádio Vizela conduziu no último sábado, dia 08 de junho, desde a VIII Vizela Romana. E explicou: “Não voltaremos a assumir o evento por opção do Município. As coisas correram bem o ano passado e não houve qualquer problema, é apenas uma questão de opção. A CMV tem feito um ótimo trabalho na projeção e organização de eventos e terá alguma ideia diferente para a Noite Branca”.

Pela emissão do último sábado passou também Victor Hugo Salgado. O presidente da CMV também teve a possibilidade de se pronunciar sobre a realização da Noite Branca: “Esta será assumida pelo Município até pela relevância e pela força que ela acabou por ganhar e também porque a sua realização constou do nosso programa eleitoral”. Esta acontecerá em setembro, mês em que também decorrerá o evento “Há Francesinha no Jardim”, a Festa da Juventude e o Vizela Motor Festival. “Será um setembro em cheio para todos os que nos queiram visitar”, afirmou o responsável.

Mas o patamar da Noite Branca será para subir? Victor Hugo Salgado respondeu: “Acho que sim, o patamar do ano passado foi significativo, mas vamos tentar aumentar sabendo que há limites. Tentaremos reforçar um ou outro pressuposto. Acho que cada ano, independentemente de quem esteja a organizar, o objetivo é sempre incrementar a qualidade dos eventos”.