Município de Paços paga 700 mil euros à Junta de Lustosa

Encaixe financeiro permitirá avançar com algumas obras.

A União de Freguesias de Lustosa e Barrosas Santo Estêvão viu esta quinta-feira ser liquidada uma dívida de anos e que havia sido contraída pela Câmara Municipal de Paços de Ferreira.

Quem o afirmou foi Armando Silva, presidente da Junta de Freguesia, em declarações à Rádio Vizela. De acordo com o autarca, a dívida em causa estava relacionada com a utilização do aterro sanitário de Lustosa pelos serviços da Câmara de Paços de Ferreira, mas ainda sobre a gestão do anterior Executivo Municipal.

Há algum tempo atrás tinham sido transferidos 50 mil euros, tendo agora “caído” o restante na conta daquela Junta de Freguesia, totalizando uma verba que ronda os 700 mil euros. Armando Silva considera ser o momento de destacar o esforço do atual presidente daquele Município no sentido de resolver este problema: “A partir de agora, a Câmara Municipal de Paços de Ferreira não deve nada a Lustosa. As contas ficaram liquidadas. O atual presidente, o Dr. Humberto Brito, sempre me disse que iria cumprir com Lustosa, o que acabou por acontecer. Este Executivo tem feito um grande esforço para dar resposta às dívidas que encontrou e, por isso, daqui vai o nosso agradecimento”.

O encaixe de cerca de 700 mil nos cofres da União de Freguesias de Lustosa e Barrosas Santo Estêvão será muito importante. “Com mais tecido trabalha-se melhor. Sendo esta uma das maiores Juntas do concelho são muitas as necessidades, daí que aguardávamos por este valor para fazer as obras que darão a Lustosa melhores condições”, destacou Armando Silva. E logo acrescentou: “Em causa estará a pavimentação de algumas ruas, o alargamento de outras, bem como a criação de rotundas”. É ainda objetivo do presidente da Junta proceder à implementação de um espaço “com muito boas condições” para agregar os idosos da freguesia.