Festas da Senhora da Tocha em Santo Adrião até domingo

Confira o programa na íntegra.

A Comissão de Festas é composta por 11 elementos e todos têm sido fundamentais para a realização das festas mais importantes de Santo Adrião: a Senhora da Tocha.

Com 29 anos apenas, João Pedrosa aceitou o desafio de liderar o grupo, cabendo-lhe a si o papel de juiz. O facto de a mãe ser a juíza ajudou a que aceitasse o convite, mas, principalmente fazer com que a tradição não se perca foi a principal razão que o levou a dizer “sim”. Além disso, reconhece, é importante trazer os jovens para estas iniciativas. “As festas têm que mexer, que dar uma volta e cada vez mais a juventude tem que entrar nas festas, senão, aos poucos, as tradições vão morrendo. A parte religiosa até se pode manter, mas a parte festiva começa a morrer”, salienta o juiz à Rádio Vizela.

João Pedrosa olha para as terras à volta e vê a dinamização em torno das suas festas e, nesse sentido, também não quis ficar para trás. Há quase um ano que a Comissão de Festas vem promovendo uma série de atividades para angariar receita. Tasquinhas, torneios, excursões, são apenas alguns exemplos de iniciativas realizadas. “Vemos terras à nossa volta que começam a criar festividades já elaboradas, com maior impacto, e [por isso] vamos tentar mexer um bocadinho. Trabalhámos muito, começámos muito cedo, por causa disso mesmo. A população dá aquilo que pode, então tentámos trabalhar de outra maneira, fizemos tasquinhas, torneios, excursões. Assim, também é uma forma de as pessoas contribuírem, mas parece que não custa tanto do que na altura do peditório”, explica João Pedrosa.

O juiz admite estar a gostar da experiência, apesar de ser “muito cansativo”. “Já integrei uma Comissão de Festas, mas foram as Festas de S. Sebastião, que são mais pequenas e não têm a dimensão das Festas da Senhora da Tocha. Estou a gostar da experiência de ser juiz, mas também já estou cansado e elas ainda não começaram. É muito cansativo. Dá muito trabalho, mas alguém tem que fazer”, refere.

Os dias anteriores às festividades têm servido para ultimar pormenores e preparar o recinto.

Sérgio Rossi é o cabeça de cartaz, mas o programa conta com mais atuações que se direcionam para diferentes públicos. A noite de sexta-feira foi projetada, sobretudo, para a juventude, e no domingo será a vez de o palco estar entregue aos ritmos tradicionais portugueses. Além disso, todas as celebrações religiosas previstas para este fim de semana são fundamentais para as festas. O orçamento ronda os 19 mil euros.

“Serão todos muito bem-vindos”, garante João Pedrosa, em jeito de convite à população para passar por Santo Adrião. E para 2020 já há contactos feitos para arranjar uma Comissão de Festas: “Já temos algumas pessoas em vista, algumas já aceitaram, outras ainda estão a decidir, mas queremos mais alguns elementos, quantos mais melhor”.

 

Programa

 

Quinta-feira, dia 16 de maio

Música gravada durante o dia

21h00 – Recitação do Terço e eucaristia

 

Sexta-feira, dia 17 de maio

Música gravada durante o dia

21h00 – Recitação do terço e eucaristia

22h00 – Eliminatória do Concurso de Bandas de Vizela

00h00 – Sessão de fogo e artifício

Miter’s DJ/DJ Zidu & DJ Neto

 

Sábado, dia 18 de maio

Música gravada durante o dia

08h30 – Saída do Grupo de Bombos dos Escuteiros de Santo Adrião pelas ruas da freguesia

21h00 – Procissão de velas com saída em Alfaxim seguida da eucaristia

23h00 – Atuação do cantor Sérgio Rossi

00h30 – Grandiosa sessão de fogo de artifício

 

Domingo, dia 19 de maio

Música gravada durante o dia

14h00 – Entrada da Banda Musical Virandelo

15h30 – Missa solene

16h30 – Procissão solene pelas ruas do Monte da Santa

18h00 – Sessão de fogo de artifício

18h15 – Atuação do Grupo Folclórico ACR Conde S. Martinho

19h00 – Fim das festividades