Espetáculo de Stand-up Comedy com Rui Xará

Iniciativa terá lugar em Vizela e será a reverter para os Bombeiros Voluntários.

Tudo indica que será no próximo dia 24 de abril, em local ainda a definir, que terá lugar em Vizela um espetáculo de Stand-Up Comédia, com a presença do humorista Rui Xará, que se fará acompanhar de outros artistas de renome nacional. No entanto, caso não seja possível realizar nessa data, o espetáculo passará para o mês de maio.

Está prevista a reativação da Secção de Mergulho

A organização da iniciativa é da Juvebombeiro e tem por objetivo, além de proporcionar momentos agradáveis e divertidos aos espetadores, a angariação de fundos que ajudem a suportar o custo da transformação da viatura de socorro ABSC-01 (uma ambulância) para uma viatura VAM, ou seja, um veículo de apoio a mergulhadores, bem como a renovação de todos os equipamentos de mergulho da associação.

“Eles andam muito entusiasmados e nós não podemos limitar, de forma nenhuma, a sua ação”, salienta o presidente da Direção da Real Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vizela (RAHBVV). E João Ilídio Costa acrescenta: “Nós não tínhamos pedido absolutamente nada, eles é que o entenderam fazer”.

A RAHBVV adquiriu recentemente mais duas ambulâncias e que serão apresentadas dentro em breve, uma para transporte de doentes e outra destinada a serviços de socorro. Entretanto, está previsto o abate de duas viaturas da corporação. “Mas uma delas, porque ainda está em bom estado, servirá perfeitamente para ser adaptada a uma viatura de apoio aos mergulhadores, uma vez que esta é uma secção que será reativada”, adianta o dirigente, acrescentando que em vista estará, em consequência desta ação, o abate da viatura que atualmente está adstrita aos mergulhadores, uma vez já se encontrar muito desgastada. Nesta altura, o custo da reconversão da ambulância numa VAM ainda não é conhecido. “Iremos proceder a uma avaliação, mas pensamos que não ficará muito caro. A realização deste espetáculo será apenas o primeiro passo. O que vier será bom, porque não estávamos a contar com nada. O Plano e Orçamento da RAHBVV já comportava esta situação”, lembra João Ilídio Costa.