Comissões de Festas da Senhora d’Ajuda reuniram-se

Mais de uma centena aderiram o que deixou satisfeito o juiz das festividades deste ano.

A Comissão de Festas de Nossa Senhora d’Ajuda 2020 organizou um jantar e reuniu à mesa festeiros e mordomas que já fizeram parte de antigas comissões. Mais de uma centena aderiram o que deixou satisfeito o juiz das festividades deste ano.

O jantar decorreu no dia 18 deste mês. De acordo com Vitélio Leite, juiz da Comissão de Festas de Nossa Senhora d’Ajuda 2020, aderiram 150 pessoas, número que atingiu o objetivo pretendido pela organização. “Inclusive tivemos que rejeitar algumas inscrições, uma vez que a capacidade do restaurante foi atingida”, enalteceu Vitélio Leite, à Rádio Vizela.

Os meses que antecedem as festividades, e que servem para a realização de eventos com o intuito de angariar receita, permitem uma grande união entre os elementos das comissões, daí que, para Vitélio Leite, “o objetivo deste encontro foi reunir as famílias que se criam ao longo das festas”. “Isto não é apenas uma Comissão de Festas, são famílias que se vão criando”.

“Confraternizar e trocar experiências” era o que se pretendia com a realização deste jantar e, a avaliar pelas palavras do juiz das festas deste ano, o repasto não podia ter corrido melhor: “Vinham ter connosco de forma efusiva e com vontade de nos ajudar na festa deste ano, em que comemoramos não só a Festa da Senhora d’Ajuda como o próprio centenário da capela. Temos uma responsabilidade acrescida. Ficámos muito contentes com a postura das pessoas”.

 

100 desde a construção da Capela da Senhora d’Ajuda

 

Este ano comemoram-se os 100 anos da construção da Capela da Senhora d’Ajuda, em Moreira de Cónegos. Vitélio Leite entende que a data é especial, contudo, não se vai entrar em loucuras: “O programa não vai ser especial, vamos tentar fazer uma festa não diferente dos anos anteriores, mas muito semelhante, é claro que a nossa responsabilidade é acrescida, é um facto, mas a festa é de todos os paroquianos e todos os paroquianos é que irão fazer com que a festa atinja a dimensão que deva ter. Porque se fizermos uma festa diferente este ano vamos deixar um ônus muito elevado para a comissão que ficará para o ano seguinte, e nós também não queremos isso. Ao longo deste período vamos verificar o que poderemos fazer. Claro que há atividades já planeadas, algumas delas, outras irão ser programadas, mas as festas vão ser feitas mediante aquilo que nós conseguirmos”.

Mas, questionámos Vitélio Leite, irá haver alguma comemoração solene que marque este centenário? O juiz respondeu: “Vamos reunir ainda com o senhor padre Domingos, membro da família que mandou erguer a capela, aí sim iremos ver as atividades que vamos direcionar para o centenário da capela”.

Refira-se que as Festas de Nossa Senhora d’Ajuda, em Moreira de Cónegos, realizam-se no mês de agosto.