Canil Municipal começará a ser construído em breve

Canil de Vizela vem minimizar mas não resolverá problema dos animais errantes do concelho.

A Câmara Municipal de Vizela (CMV) fez o lançamento da primeira pedra da obra do Canil Municipal, que ficará localizado na Rua das Arcas, em Infias.

Coube a Luís Gomes, arquiteto da CMV, fazer a apresentação do projeto do Canil Municipal, um “projeto muito condicionado pela morfologia do próprio terreno”, por ser “bastante estreito”, começou por referir. Segundo adiantou o arquiteto, o projeto é composto por três áreas, numa delas ficará localizado um edifício para fins administrativos, onde estarão localizados um gabinete veterinário, uma sala de esterilização, balneários, arrecadações, cozinha e um gabinete de trabalho. Numa segunda área estará implementada a zona do canil, com 15 jaulas, que terão capacidade para acolher dois cães em cada uma, o que permitirá ao canil do concelho receber um total de 30 cães. Estas jaulas, adiantou, serão “constituídas por um espaço coberto, com sensivelmente três metros quadrados, e depois uma área exterior, com sensivelmente oito metros quadrados”. Nesta mesma área, adiantou, haverá “duas jaulas para animais de outras espécies e um espaço reservado para gatil, composto por quatro jaulas, adiantou posteriormente Victor Hugo Salgado, presidente da CMV, durante a sua intervenção. Na terceira área, o projeto comtempla a criação de duas jaulas de contenção/isolamento e outra de higienização para os animais. O Canil Municipal contará com um “espaço exterior, onde os cães possam ter alguma liberdade e não estejam sempre presos nas jaulas”, frisou o arquiteto Luís Gomes.  

 

Canil Municipal terá um custo de cerca de 275 mil euros

 

Assim, a CMV decidiu avançar com a obra, apesar de não ter qualquer apoio estatal. A construção do Canil Municipal apresenta um investimento de 259 mil 850 euros, acrescido de IVA, o que totaliza cerca de 275 mil euros. “É uma obra que poderá durar quatro/cinco meses de execução, terá início rapidamente, ao longo dos próximos dias, e que vem colmatar uma das maiores lacunas que o concelho de Vizela tem neste momento”.

“Quero afirmar, desde já, que isto não irá resolver em definitivo o problema do concelho de Vizela. Enquanto não houver vontade política de resolver esta situação de forma concreta e objetiva, tentando criar as soluções que ultrapassam a capacidade de solução da própria Câmara Municipal de Vizela”, o problema irá subsistir, garante o edil que já terá demonstrado na Comunidade Intermunicipal do Ave a importância de se avançar com a construção de um canil intermunicipal.

 

Mais pormenores na próxima edição do RVJornal.