Associação KTF em grande no Regional de kickboxing

32 atletas da associação ficaram apurados para o Campeonato Nacional

Realizou-se no último fim-de-semana o Campeonato Regional de Kickboxing que teve lugar em Guimarães, contando com uma forte afluência de todas as equipas do norte do país.

A associação KTF fez-se representar por 45 atletas, espalhados por quatro vertentes e pelos vários escalões, desde de Cadetes a Veteranos, com grande parte deles a fazer a sua estreia na modalidade.

O resultado final foi surpreendente com uns inéditos 32 atletas apurados para o Campeonato Nacional, tendo para isso que ficar nos dois lugares cimeiros e sagrar Campeão ou Vice, dos quais obtivemos uns surpreendentes 19 Campeões Regionais, 13 Vice Campeões Regionais e ainda 3 Terceiros Lugares, num coletivo a equipa esteve em evidencia subindo ao pódio em duas modalidades diferentes, segundo lugar em Kick Light e segundo lugar em Point Fighting, ficando muito perto de alcançar o primeiro lugar nas duas disciplinas.

Sagrou-se Campeão Regional – Rui Cunha, Ângelo Fernandes, Bruna Ribeiro, Margarida Castro, Sandra Lopes, Luísa Silva, Marta Azevedo, Rita Ribeiro, Pedro Macedo, Nuno Pereira, Inês Lima, Nuno Pinto, Bruno Pereira, Rui Macedo, Bruno Sousa, Vítor Freitas, Bruno Almeida, Gilberto Freitas e Duarte Martins. Como Vice Campeões Regionais ficaram – Liliana Teixeira, Ana Parisoto, José Pereira, Cristiano Xavier, António Guise, Bruno Martins, Maria Correia, José Marinho, Paulo Faria, Tiago Castro, José Mesquita, Vasco Cardoso. Com o lugar mais baixo do Pódio ficaram – Lara Costa, Nádia Pacheco, Pedro Martins.

De salientar ainda as excelentes participações de: Ruben Ferreira, Mara Peixoto, Rui Eusébio, Alexandre Teixeira, Tiago Passos, Ana João, Miguel Machado, Ruben Torres, Amaro Cunha, Pedro Sousa, Nuno Gonçalves e Pedro Fernandes.

Ivo Cardoso treinador da Associação KTF enaltece o empenho, determinação e atitude da sua equipa, revelando que o segredo do sucesso e do elevado número de campeões e vices se deve a união e trabalho de equipa.

O treinador refere que este ano a equipa estava a apostar me muitos atletas novos, sem experiencia e quis também apostar mais nas camadas jovens e femininas, explicando que este ano era para formar atletas e que iriam focar em dar experiencia e passar o máximo de atletas para o nacional, apostando mais no êxito pessoal e só depois no coletivo, mesmo assim a associação KTF consegue dois brilhantes segundos lugares entre seis vertentes possíveis.

Ivo Cardoso, líder desta equipa frisa ainda que estes números são surpreendentes e nada fáceis de alcançar, superando as suas espectativas, dada a exigência da prova e o elevado número de participantes em cada disciplina, “foi um feito extraordinário, os atletas foram fantásticos, não tenho palavras para descrever o orgulho que sinto em cada um, ninguém imagina os sacrifícios que muitas vezes estes jovens fazem! Agora e recupera porque dentro de dias iremos ter outra prova importante a qual iremos também participar com cerca de 30 atletas, que será um Campeonato do Mundo de Artes Marciais e ao qual pretendemos dar também o nosso melhor e continuar a fazer muitos Campões.