Dentro dos nossos princípios fundamentais, de compromisso editorial, isenção e pluralismo, consideramos os direitos à liberdade de expressão e de informação como elementos fundamentais a toda a sociedade democrática.

A Constituição da República Portuguesa reconhece e protege estes direitos, além da livre difusão e receção de informação, dando precedência a estes direitos, enquanto meios para a livre formação da opinião pública – sem a qual não funcionam as instituições representativas e democráticas.

Como imprensa regional que somos, assumimos as funções específicas de promover a informação respeitante à nossa região e contribuir para o desenvolvimento da cultura e da identidade regional, através do conhecimento e da compreensão do ambiente social e político, não só de Vizela mas também de outros concelhos vizinhos.

O RVJornal, como órgão de informação, compromete-se ainda a tratar todos os temas que consigam mais e melhor informar o público, entre eles: ensino, cultura, sociedade, política, desporto, ciência, tecnologias, ambiente, associativismo.

Damos também seguimento ao lema da isenção, sabendo que estamos a par das tentativas de desenvolvimento da nossa região, na procura do esclarecimento de dúvidas e no encontro de soluções, mobilizadoras de uma comunidade que o merece.

Isenção no interesse comum.
Isenção na motivação.

Somos apenas responsáveis perante os nossos leitores com os quais mantemos uma relação rigorosa e transparente, autónoma do poder político e independente de todos os poderes particulares.

Respeitamos rigorosamente o espaço privado dos cidadãos e assumimos uma total liberdade crítica, em relação a quaisquer entidades, forças sociais ou políticas, económicas, culturais ou de qualquer outra natureza.

Assumimos o princípio de que, em situações de conflitos ou de interesses, o trabalho se deve sobrepor aos princípios que resultam do capital ou de quaisquer outras formas de poder.

Rejeitamos a competição entre indivíduos.
Rejeitamos o sensacionalismo.
Rejeitamos o alarme social.
Rejeitamos a manipulação da opinião pública.
Rejeitamos a falsificação do conhecimento e do saber.
Rejeitamos a confusão da informação com interesses publicitários ou quaisquer outros interesses comerciais.

Somos um espaço, não só aberto à opinião dos seus colaboradores, mas também à divulgação da opinião dos seus leitores. Aceitamos todas as propostas de divulgação de opinião e informação, mas cabe-nos o direito de selecionar notícias e opiniões, tendo em conta o nosso estatuto editorial e o devido respeito pelos nossos leitores. Temos o cuidado de não publicar informação ou opinião que possa ofender ou desrespeitar a dignidade e o bom-nome das pessoas ou instituições.

Assumimos ainda, publicamente, o empenhamento na eliminação de todas as formas de violação dos direitos fundamentais do homem e da criança, universalmente consagrados. Opomo-nos, de forma veemente, a todas as formas de violência e de exclusão económica, social ou cultural, bem como a todas as formas de racismo e de xenofobia.

Defendemos a igualdade de direitos e deveres de género.

Assumimo-nos como um órgão de informação laico.

Comprometemo-nos a relatar sempre a verdade, a defender os direitos e os interesses das gentes da região e a ser o elo de ligação do povo vizelense, na divulgação dos acontecimentos, da sua história e cultura.

Todos os elementos da redação do RVJornal, desde a diretora aos jornalistas e colaboradores, devem a estrita obediência a este Estatuto Editorial, cabendo à diretora zelar pelo cumprimento do mesmo.

A definição do Estatuto Editorial é um passo importante e fundamental para a definição da identidade do RVJornal.